DEPUTADOS DO CASA-CE NO LOCAL DO MASSACRE

Publié le par Angola-Inteligente

Deputados da Casa-CE conseguiram chegar ao monte Sumi e denunciam chacina  Luanda - Deputados da Casa-CE que conseguiram chegar ao monte Sumi, na Caála, onde se encontram os seguidores da seita A Luz do Mundo, liderada por José Julino Kalupeteka, dizem ter havido uma chacina no local.  Por: Manuel José - Fonte: VOA - 29 abril 2015   "Há indícios de que havia muitas crianças, pelas roupas, fraldas, sangue nos lenços das senhoras amarrados na cabeça, perguntamos sobre o paradeiro das crianças, as autoridades dizem não saber, é impossível, o cheiro a morte, a carnificina está no ar", revelou o secretário-geral da coligação que pediu uma investigação independente ao local para se apurar o que realmente passou.  "Isto requer uma investigação independente mais profunda e séria, alguns com quem falamos colocavam o problema com clareza, outros estavam com medo principalmente quando a policia se aproximava porque o que se passou aqui foi mesmo terror", concluiu Leonel Gomes.  A delegação de deputados da Casa-CE vai continuar a trabalhar no Huambo até à próxima sexta-feira, 1 de Maio.

Deputados da Casa-CE conseguiram chegar ao monte Sumi e denunciam chacina Luanda - Deputados da Casa-CE que conseguiram chegar ao monte Sumi, na Caála, onde se encontram os seguidores da seita A Luz do Mundo, liderada por José Julino Kalupeteka, dizem ter havido uma chacina no local. Por: Manuel José - Fonte: VOA - 29 abril 2015 "Há indícios de que havia muitas crianças, pelas roupas, fraldas, sangue nos lenços das senhoras amarrados na cabeça, perguntamos sobre o paradeiro das crianças, as autoridades dizem não saber, é impossível, o cheiro a morte, a carnificina está no ar", revelou o secretário-geral da coligação que pediu uma investigação independente ao local para se apurar o que realmente passou. "Isto requer uma investigação independente mais profunda e séria, alguns com quem falamos colocavam o problema com clareza, outros estavam com medo principalmente quando a policia se aproximava porque o que se passou aqui foi mesmo terror", concluiu Leonel Gomes. A delegação de deputados da Casa-CE vai continuar a trabalhar no Huambo até à próxima sexta-feira, 1 de Maio.

Commenter cet article