DAVID MENDES VAI DEFENDER KALUPETECA

Publié le par Angola-Inteligente

David Mendes vai defender Kalupeteca  Líder da seita “A Luz do Mundo” é acusado da morte de nove polícias em Benguela e no Huambo.  O advogado David Mendes promete defender em tribunal o líder da igreja Adventista do Sétimo Dia a Luz do Mundo, Julino Kalupeteca, acusado pelo de ter causado a morte de nove polícias nas províncias de Benguela e Huambo, no dia 16 de Abril.  Em entrevista, o advogado informou que neste momento encontra-se na província do Huambo uma equipa de peritos da Associação Mãos Livres, com a finalidade de investigar as razões que motivaram os fiéis da seita a rebelarem-se contra os agentes da Polícia Nacional. “Temos neste momento naquela província, dois advogados disponíveis para fazer os primeiros trabalhos preparatórios, dentre eles acompanhar as audiências de Kalupeteca, e pessoalmente, vou garantir a defesa deste cidadão”, garantiu.  David Mendes entende que a Polícia Nacional deve justificar os motivos que o levaram a perseguir os cidadãos da igreja, que se encontravam acampados na serra do Sumé.

David Mendes vai defender Kalupeteca Líder da seita “A Luz do Mundo” é acusado da morte de nove polícias em Benguela e no Huambo. O advogado David Mendes promete defender em tribunal o líder da igreja Adventista do Sétimo Dia a Luz do Mundo, Julino Kalupeteca, acusado pelo de ter causado a morte de nove polícias nas províncias de Benguela e Huambo, no dia 16 de Abril. Em entrevista, o advogado informou que neste momento encontra-se na província do Huambo uma equipa de peritos da Associação Mãos Livres, com a finalidade de investigar as razões que motivaram os fiéis da seita a rebelarem-se contra os agentes da Polícia Nacional. “Temos neste momento naquela província, dois advogados disponíveis para fazer os primeiros trabalhos preparatórios, dentre eles acompanhar as audiências de Kalupeteca, e pessoalmente, vou garantir a defesa deste cidadão”, garantiu. David Mendes entende que a Polícia Nacional deve justificar os motivos que o levaram a perseguir os cidadãos da igreja, que se encontravam acampados na serra do Sumé.

Commenter cet article